Loading...
e.leclerc.pt
A BATALHA DOS COMBUSTÍVEIS: PARA A LIBERDADE DE CIRCULAR

7.5%*, é a quota-parte do combustível no orçamento familiar em 2016… No entanto é um encargo que muitas vezes não é possível diminuir, as deslocações são hoje uma obrigação para a maioria das famílias. É por conseguinte essencial propor um combustível com o preço mais baixo possível. Vai no sentido do combate da insígnia E.Leclerc.

Um monopólio cai, os preços baixam

Enquanto a distribuição de combustível era um monopólio entregue pelo Estado às companhias petrolíferas, os preços dos combustíveis eram sobrevalorizados. Antes de poder distribuir combustível a preços E.Leclerc, o E.Leclerc França lutou durante 15 anos, enfrentou 467 processos e o assunto chegou ao Tribunal Europeu de Justiça.

Porquê parar quando se está no bom caminho?
Porque é também nas deslocações que os consumidores precisam de preços baixos mesmo de verdade.

Distribuidor de qualidade

“O combustível destinado à insígnia partilham os mesmos depósitos que aquele das companhias petrolíferas”

O combustível destinado à insígnia partilham os mesmos depósitos que aquele das companhias petrolíferas. É no momento do carregamento nos camiões cisterna que o combustível recebe aditivos específicos a cada operador. O E. Leclerc incorpora o aditivo D306 que melhora a qualidade e o desempenho do gasóleo em termos de protecção dos injectores, anti-espuma, anti-corrosão ou ainda de estabilidade. Do fornecimento até ao reservatório do automobilista, os seus controlos de qualidade vão para além dos certificados de conformidade e de análise transmitidos pelos seus fornecedores. Além dos controlos contratuais, o E. Leclerc realiza todos controlos qualidade mensais e bimensais por laboratórios independentes.

* Estudo do comissário geral do desenvolvimento sustentável, Estudo e Documentos nº8
editorial
Os combates de acessibilidade
Há 60 anos que o E. Leclerc prossegue um objectivo: democratizar o consumo e permitir que mais pessoas tenham acesso a todos os produtos e serviços. A acessibilidade é principalmente uma questão de preço. Os preços devem permanecer o mais barato possível, independentemente do produto.

Para o E. Leclerc, acessibilidade, é também uma questão de proximidade e de informação. É propôr novos mercados, como cuidados pessoais, jóias ou cultura. A marca teve que combater, lutar contra as leis ultrapassadas, quebrar monopólios e desenvolver novas competencias.
Utilizamos cookies próprios e de terceiros para lhe oferecer uma melhor experiência e serviço. Para saber que cookies usamos e como os desativar, leia a política de cookies.
Ao ignorar ou fechar esta mensagem, e exceto se tiver desativado as cookies, está a concordar com o seu uso neste dispositivo.