Loading...
e.leclerc.pt
A CULTURA ACESSÍVEL A TODOS
NÃO É FICÇÃO
A cultura faz parte do nosso património universal, enquanto tal, encontra o seu lugar em todo o lado e deve estar acessível ao maior número.

É contra a desigualdade no acesso à cultura que o E. Leclerc inicia a guerra: em 1973, a insígnia desenvolve a sua primeira oferta cultural em Tarbes. Foi em 1989 que o E. Leclerc abriu em Pau o primeiro Espaço Cultural. Proximidade geográfica em combate por um preço melhor. A insígnia permitiu que a cultura estivesse no seu lugar em qualquer lado. Empenhado neste novo combate para a acessibilidade, a insígnia terá à sua disposição 200 Espaços Culturais, dos quais 90% estarão situados em localidades com menos de 80 000 habitantes e 40% em localidades com menos de 15 000 habitantes. Esta vontade de estar implementados em zonas pouco urbanizadas permite lutar contra o isolamento cultural com o qual sofrem alguns habitantes. Ao propor uma oferta cultural acessível a todos, em termos de preço e de situação geográfica.

Quem disse que a cultura não tem preço?

Muitos consumidores ficam desagradados com os preços dos produtos culturais. Convencido disso, o E. Leclerc tenta baixar os preços do livro, mas esbarra na lei Lang. Esta legislação de 1981 estabelece um preço único para o livro independentemente do circuito de distribuição e limita a 5% o montante máximo dos descontos autorizados. Não se dando por vencida, a insígnia vai lutar durante três anos contra este obstáculo à acessibilidade. Cancelamento de entregas dos editores, processos, colocação em espera, apreensões dos tribunais… nada lhe foi perdoado. Em 1988, o Tribunal de Paris obriga finalmente o E. Leclerc a inclinar-se perante a lei Lang, ameaçando com uma multa de 1 000€ por cada livro vendido abaixo do limite legal.

Perdeu-se uma batalha, mas as convicções permanecem intactas. Hoje, os produtos culturais propostos no E. Leclerc são os mais baratos na rede especializada; permanece também e sobretudo o último distribuidor a manter a aplicação sistemática da redução máxima autorizada de 5% em todos os livros.
"Exposições, debates, concertos e leituras são lá organizados regularmente, permitindo ao público encontrar artistas e escritores."

Tornar a cultura viva

Para concretizar este compromisso de acessibilidade da cultura, as lojas propõem uma larga escolha de produtos culturais de actualidade: até 80 000 referências de livros, 20 000 de CD e de DVD, 25 000 de jogos multimédia, lazeres criativos etc. Espaços leitura, livrarias para aconselhar e permitir descobrir novidades e animações regulares contribuem para animar este espaço de partilhas e de conhecimentos. Exposições, debates, concertos e leituras são lá organizados regularmente, permitindo ao público encontrar artistas e escritores.

A insígnia desenvolve assim parcerias culturais que tocam várias áreas: banda desenhada, canto, histórias de viagens. Os espaços culturais propõem também vários acontecimentos culturais. O mais importante deles todos é o Prémio Landemau.
Criado em 2008 por E. Leclerc, o seu objectivo é dar a conhecer autores francófonos. Um jury composto por autores e livreiros da insígnia seleccionam os talentos literários que lhes agradaram e que gostariam de divulgar junto do público. Os vencedores beneficiam além disso de um destaque na loja graças à conferências, secções de autógrafos assim como uma página de apresentação no catálogo dos Espaços Culturais em momentos chave do ano (férias de verão, períodos festivos…).
editorial
Os combates de acessibilidade
Há 60 anos que o E. Leclerc prossegue um objectivo: democratizar o consumo e permitir que mais pessoas tenham acesso a todos os produtos e serviços. A acessibilidade é principalmente uma questão de preço. Os preços devem permanecer o mais barato possível, independentemente do produto.

Para o E. Leclerc, acessibilidade, é também uma questão de proximidade e de informação. É propôr novos mercados, como cuidados pessoais, jóias ou cultura. A marca teve que combater, lutar contra as leis ultrapassadas, quebrar monopólios e desenvolver novas competencias.
Ao usar este website, está a aceitar a utilização de cookies para análise, conteúdo personalizado e apresentação de anúncios.